Fake News

Fake News são as informações falsas que viralizam entre a população como se fossem verdadeiras. Atualmente, elas estão, principalmente, relacionadas ao uso das redes sociais. Uma notícia falsa pode ser comparada a um vírus, se espalha rapidamente e podemos estar “contaminados” sem nos darmos conta.

A internet possibilita que as notícias se espalhem em uma velocidade cada vez mais rápida e as redes sociais aceleraram ainda mais esse processo. Entretanto, o espaço também favorece que notícias falsas também sejam facilmente compartilhadas. Além disso, outro agravante é que as pessoas perderam o costume de verificar as fontes de uma informação, com o intuito de checar sua veracidade. Quando algo é publicado, iniciam-se centenas de compartilhamentos sem que se saiba ou se verifique a fonte daquela informação.

Existem várias maneiras de criar fake news. Desde uma simples publicação nas redes sociais até empresas especializadas em criar e viralizar informações inverídicas. Os objetivos também são diversos: podem ter a intenção de atrair visualizações para páginas nas redes sociais ou até mesmo disseminar o ódio contra pessoas, instituições, empresas etc. 

Majoritariamente, são criadas páginas na internet e um sistema de automação “espalha” o link da notícia falsa em diferentes canais digitais e de forma intensiva. Dessa maneira, a notícia falsa é amplamente divulgada e gera os resultados catastróficos em desinformação que observamos hoje.

Como combater as Fake News?

As redes sociais se tornaram um importante canal para a promoção de profissionais e especialistas. Entretanto, não basta estar presente no meio digital: é preciso cuidar da reputação online. O que falam a seu respeito? Como que você engaja seus seguidores? Qual o conteúdo que circula em seus canais? O que dizem sobre você? Monitorar constantemente é fundamental para mapear e “diagnosticar” qualquer cenário inverídico, objetivando a rápida tomada de decisão de neutralização. 

Ainda não há legislação que tipifique as Fake News. A corrente adotada segue a linha prevista no Código Penal em relação aos casos de calúnia, injúria e difamação.

Embora seja urgentemente e necessária a tipificação penal das Fake News, é fundamenta que existam iniciativas de conscientização social em relação aos malefícios de compartilhar informações inverídicas. O objetivo é estimular a verificação da fonte e a veracidade do conteúdo recebido.

Ademais, existem plataformas que surgiram com o intuito de checar a idoneidade das informações, conhecidas como fact-checking. Elas não só analisam as notícias compartilhadas como também verificam se os dados condizem com a realidade.

Bruno Pedro Bom

Atendimento e Comercial

Posts Recentes